Ministérios lideram relação dos maiores importadores do DF

0
235

Última atualização:

De janeiro a maio, Ministérios da Saúde e Justiça importaram mais de US$ 267 milhões


Brasília – Dois ministérios, da Saúde e Justiça, ocupam dois dos três principais lugares de uma relação das principais empresas importadoras do Distrito Federal entre os meses de janeiro e maio de 2009. No período, o Ministério da Saúde importou produtos no total de US$ 243 milhões, 19,90% a mais que o volume importado em igual período de 2008.

Bem mais modestas, as importações realizadas pelo Ministério da Justiça totalizaram US$ 23,3 milhões, superiores em 174,17% às importações feitas nos cinco primeiros meses do ano passado. A segunda posição do ranking ficou com a empresa EMS S/A, com importações de US$ 33 milhões, maiores 33,17% que os US$ 24 milhões importados pela empresa de janeiro a maio de 2009.

As sete posições restantes do ranking das dez maiores empresas importadoras do Distrito Federal este ano foram ocupadas pelas seguintes empresas e instituições:

4) Biosintética Farmacêutica Ltda: US$ 14,5 milhões (US$ 18,8 milhões em 2008 e queda de 22,76%);
5) Centrais Elétricas do Norte do Brasil S/A: US$ 12,6 milhões (US$ 11,9 milhões e aumento de 5,91% comparativamente a 2008);
6) Autotrac Comércio e Telecomunicações S/A: US$ 8,8 milhões (US$ 3,9 milhões em 2008, com aumento de 126,44);
7) Betra Comércio Internacional S/A: US$ 8,5 milhões (contra US$ 9,4 milhões entre janeiro e maio de 2008, correspondendo a uma queda de 10,40%);
8) Associação das Pioneiras Sociais: US$ 6 milhões (US$ 6,2 milhões em 2008 e redução de 3,73%);
9) Medley S. A. Indústria Farmacêutica: US$ 5,3 milhões (US$ 8,9 milhões em 2008 e queda de 40,17%);
10) Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico: US$ 5,1 milhões (US$ 2,9 milhões de janeiro a maio de 2008, correspondendo a um aumento de 73,62%).

Numa relação das 40 principais empresas importadoras do DF figuram entre outras a Express Trading Importadora e Exportadora Ltda (US$ 3,9 milhões), Bunge Alimentos S/A (US$ 3,6 milhões), Ministério do Exército (US$ 2,9 milhões), Máxima Importação e Exportação Ltda. (US$ 2,8 milhões), Correio Braziliense (US$ 2,7 milhões), Siqueira Campos Importação e Distribuição Ltda (US$ 2,6 milhões), Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (US$ 2,1 milhões), Laboratórios Bago do Brasil S/A (US$ 2 milhões), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (US$ 2 milhões), Cimex Comercial Importadora e Exportadora Ltda (US$ 1,7 milhão), Global Village Telecom Ltda. (US$ 1,6 milhão), Neobrasil Comércio Exterior toda (US$ 1,5 milhão), Teixeira Reis Comercial de Alho Ltda (US$ 1,5 milhão), Centroex Trading – Comércio, Importação e Exportação (US$ 1,2 milhão), Fusão Soluções para Medicina Ltda (US$ 1,1 milhão) e Globo Comunicação e Participações Ltda (US$ 1 milhão)

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta