Museus gastronômicos espalhados pelo Brasil guardam em seus espaços a história de alimentos e bebidas

0

São Paulo – Há uma série de museus gastronômicos espalhados pelo Brasil. Eles são espaços que contam a história de alimentos e bebidas. É uma forma também de aprender sobre a cultura local através da gastronomia. Da próxima vez que for viajar, fique atento a essa oportunidade. E por que não viajar somente para conhecer um deles? Pode ser também que encontre museus gastronômicos na sua própria cidade.

Vinho

O vinho é um tema bastante explorado. O Ecomuseu da Cultura do Vinho, em Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul, possui uma grande área que mistura vinícola com área expositiva. Lá, se pode aprender sobre a produção de vinho, apreciar peças antigas e também participar de uma degustação. Em Porto Alegre, o Museu do Vinho e Enoteca apresenta peças e equipamentos antigos do início da industrialização do vinho. Já no Museu da Uva e do Vinho, em Caxias do Sul, a história vem desde o começo do cultivo da fruta no Brasil.

Cerveja

Do vinho para a cerveja, o Museu da Cerveja, em Blumenau, em Santa Catarina, possui um acervo que conta a história das primeiras indústrias dessa bebida no país. Há chopeiras antigas, máquinas de envasar, moinhos de malte, além de fotos da fábrica Feldmann e vídeos contando a história da cerveja. Já a bebida brasileira é o foco do Museu da Cachaça de Paty dos Alferes, que fica no estado do Rio de Janeiro. O museu exibe mais de 1.600 rótulos e apresenta uma réplica de um alambique, além de outros objetos usados na produção da cachaça.

Café

O café, por sua vez, também tem a sua história contada no Museu do Café, em Santos, no estado de São Paulo. Nele, há tanto exibições fixas, quanto itinerantes. O museu fica em um prédio histórico, na antiga Bolsa Oficial do Café, construído em 1922 em comemoração ao centenário da independência do Brasil. Além da visita, também oferecem cursos de formação de baristas.

Chocolate

O chocolate é o foco do Museu do Cacau na Fazenda Primavera, que fica na Bahia. É possível aprender sobre a cadeira produtiva do chocolate. O Reino do Chocolate, em Gramado, no Rio Grande do Sul, também conta a história do cacau e do chocolate, através de instalações interativas, em um passeio divertido para as crianças.

Cozinha baiana

O Museu da Gastronomia Baiana, em Salvador, conta a história de pratos e produtos tradicionais baianos como o acarajé e o azeite de dendê. Já o Museu da Gastronomia Maranhense, em São Luís, possui um acervo fixo e exposições temporárias com variados temas da gastronomia, apresentando muitos ingredientes e pratos do estado.

Os museus gastronômicos são bons lugares para conhecer depois que a pandemia estiver controlada. Eles reúnem história e cultura, proporcionando uma nova perspectiva sobre a comida. Os visitantes podem sair dos museus gastronômicos com ideias para cozinhar e tentar reproduzir os pratos em casa. Para receitas mais complexas que exigem muitos processos simultâneos, um fogão de 5 bocas pode ajudar na empreitada.

(*)  Com informações da Conversion

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta