O crescimento dos sites de apostas em 2022

0

Completamos o marco do 76º aniversário da proibição geral de jogos de azar no
Brasil. A última rodada da roleta foi jogada no cassino do icônico Copacabana Palace
Hotel na noite de 30 de abril de 1946, quando o presidente Dutra emitiu um decreto
confirmando a proibição.

Desde então, a proibição geral foi incorporada ao controverso artigo 50 da Lei de
Contravenções Criminais do Brasil. Esta lei define os jogos de azar como aqueles em
que o resultado dos jogos depende exclusiva ou predominantemente da sorte e não
autoriza a realização desses jogos em locais públicos ou acessíveis ao público, com
entrada obrigatória ou não.

Mudanças previstas na legislação de apostas esportivas

No final de 2020, o SECAP – uma divisão do Ministério da Economia, anunciou
planos para implantar regulamentos para apostas esportivas de cotas fixas até julho
de 2021, uma promessa que não foi honrada.

Em seu último projeto de decreto divulgado no ano passado, a SECAP optou pelo
modelo de licenciamento de concessão entre as três abordagens possíveis (as outras
duas abordagens são o licenciamento por autorização – que implicaria um número
ilimitado de licenças – ou o licenciamento por monopólio).

No modelo de concessão, os operadores terão de concorrer uns contra os outros para
“ganhar” uma das poucas licenças limitadas em número.

Inicialmente, esperava-se que não mais de 30 operadoras pudessem funcionar no
Brasil a qualquer momento. No entanto, os últimos rumores indicam que o número
total de licenças disponíveis deve estar entre 50 e 100.

Judicialmente e os projetos mencionados estão em análise há muito tempo e são
extremamente polêmicos. Uma decisão do STF, que pode suspender todas as
restrições aos jogos de azar no Brasil, era esperada para 7 de abril de 2021, e foi

adiada indefinidamente. À luz das perturbações causadas pelo surto da pandemia de
Covid-19, é incerto se haverá grandes progressos nestas matérias nos próximos
meses.

A influência da pandemia nas apostas esportivas

Falando sobre a pandemia, ela provocou profundas mudanças na rotina das pessoas.
Atitudes que reforçam o distanciamento social e os cuidados com a higiene têm sido
fundamentais nesse período, e deveriam ser mantidas como hábitos rotineiros em
nossas casas. Neste sentido, o Brasil e o mundo reinventaram suas formas de
conversar, conviver, reunir, comprar e vender e, claro, se relacionar com ações de
entretenimento no ambiente digital. Como as apostas esportivas.

A expansão da internet tem sido um grande trampolim para o crescimento do setor,
os melhores cassinos online de 2022 já financiam muitos clubes de futebol e de
outros esportes em todo o planeta. A praticidade é impressionante, bastando apenas
alguns cliques num celular com internet de boa qualidade para que uma aposta
ocorra em qualquer parte do mundo e numa variedade vertiginosa de ligas e eventos
esportivos, da Europa à Oceania, passando por pela América do Sul e África.

Sobre os clubes de futebol, vamos à alguns dados: Dos 358 negócios ativos, as
agremiações representam 58% dos acordos com empresas do setor. Somente na
Championship, a segunda divisão inglesa, mais de 70% das equipes têm uma
empresa do segmento como patrocinadora de camisa.

Atualmente cerca de 85% das equipes da primeira divisão do futebol brasileiro são
patrocinadas pelas casas de apostas online. Assim, a esperança de que quando o
mercado de apostas estiver regulado no Brasil, a tendência é crescer ainda mais,
segundo dados mostrados do site de igaming internacional Gaming Industry Media.

Fazer apostas nas casas de apostas online não é uma tarefa simples, exige-se muito
conhecimento sobre a casa de apostas e estudos. Por isso, tome cuidado ao sair
criando conta em quaisquer sites de apostas que você encontrar pela internet.
Sempre lembre de se cadastrar em um site seguro e de confiança!

A indústria da apostas esportivas online cresceu vertiginosamente em todo o mundo
durante a pandemia do novo coronavírus. Agora, com a volta aos poucos do “mundo
normal”, esse mercado não está nem perto de regredir. A cada ano, as apostas
esportivas online são regulamentadas em mais países e os governos percebem que
não há como brigar com essa tendência.

O que esperar nos próximos anos no setor de apostas

Para 2022, a expectativa é de que esse mercado movimente mais de 250 bilhões de
dólares no mundo inteiro (mais de 1 trilhão de reais). Portanto, sim, o interesse pelos
cassinos online continuará crescendo no próximo ano, principalmente no Brasil com
a possível regulamentação que está em vista.

Com o crescimento do interesse, cresce também a quantidade de novidades na
indústria. A qualidade visual dos jogos e a implementação de tecnologias como
realidade virtual e realidade aumentada devem dar o tom no mercado dos cassinos
em 2022.

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta