OCDE destaca forte aumento das exportações e importações brasileiras no 1º. trimestre do ano

0
267

Última atualização:

Da Redação (*)

Brasília –  Ao registrar um aumento superior a 10% nas exportações e uma alta de 9,1% nas importações, o Brasil ocupou lugar de destaque no levantamento divultado nesta segunda-feira (29) pela Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) sobre o comércio exterior dos países do G20 nos três primeiros meses de 2017.

A OCDE informa que o crescimento das vendas externas foi especialmente forte entre as nações do grupo “Briics” (Brasil, Rússia, Índia, China, África do Sul, mais a Indonésia), com destaque para o avanço superior a 10% nos casos do Brasil e da Rússia.

Na outra mão, todos os países do G20 registraram aumento em suas importações nos três primeiros meses do ano, com destaque para a China (9,6%), Brasil (9,1%), Coreia do Sul (8,2%), Índia (6,5%) e Argentina (5%).

De acordo com a OCDE, no período janeiro-março, foi registrado o quarto trimestre consecutivo de crescimento e, mais que isso, foi o maior avanço registrado desde o segundo trimestre de 2011, segundo levantamento da entidade multilateral sediada em Paris.

O levantamento realizado pela OCDE informa que as exportações das nações do G20 cresceram 3% de janeiro a março, em relação ao último trimestre de 2016, e chegaram a US$ 3,246 trilhões. Já as importações aumentaram 4% na mesma comparação e somaram US$ 3,141 trilhões. Nos três últimos meses do ano passado, as exportações haviam avançado 1,5%, e as importações, 1,2%.

“O comércio de mercadorias do G20 quase retomou o nível pré-crise, mas permanece cerca de 10% abaixo dos picos atingidos entre 2011 e 2014”, diz a OCDE.

De acordo com a organização, as exportações de todos os países do grupo aumentaram no primeiro trimestre de 2017, com exceção da França. O bloco reúne as maiores economias do mundo.

(*) Com informações da ANBA

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta