Países do Oriente Médio ampliam em 26% importações de produtos agrícolas brasileiros



Última atualização: 16 de Julho de 2019 - 08:46
0
450

São Paulo – O Oriente Médio foi um dos destaques das exportações do agronegócio brasileiro em junho e no primeiro semestre, segundo informações divulgadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). As vendas à região somaram US$ 642,35 milhões no mês passado, um aumento de 26,4% sobre junho de 2018.

Entre os países, o Mapa ressaltou o avanço dos embarques para a Arábia Saudita, Egito e Emirados Árabes Unidos, impulsionado principalmente pelas carnes. As exportações ao mercado saudita renderam US$ 118,76 milhões, um crescimento de 38,5% em relação a junho do ano passado. Para o Egito, as vendas foram de US$ 118,32 milhões, uma alta de 81,7% na mesma comparação. No caso dos Emirados, o total chegou a US$ 110 milhões, um acréscimo de 39,5%.

De janeiro a junho, as exportações ao Oriente Médio somaram US$ 3,94 bilhões, um aumento de 19,8% sobre o mesmo período do ano passado. Entre os principais produtos da pauta, a carne bovina foi a que mais cresceu, seguida da carne de frango. Houve avanço ainda nos embarques de soja e milho.

Total

No total, as exportações do agronegócio brasileiro renderam US$ 8,34 bilhões em junho, um recuo de 8,9% sobre o mesmo mês de 2018. Esta queda ocorreu principalmente por causa da diminuição do preço médio dos produtos embarcados, já que o volume aumentou 0,6% na mesma comparação.

No primeiro semestre, o Brasil exportou o equivalente a US$ 47,69 bilhões, 3,6% a menos do que nos seis primeiros meses do ano passado. Neste caso também o desempenho foi afetado pelo recuo dos preços, uma vez que o volume comercializado avançou 3,8%.

(*) Com informações da ANBA

Comentários

Comentários

Deixar uma resposta