Para a Suframa, turismo e relações comerciais com América Latina podem impulsionar comércio

0

Manaus – O turismo, em especial de eventos, e o estreitamento das relações comerciais com os países da América Latina foram apontados pelo superintendente da SUFRAMA, Thomaz Nogueira, como atividades promissoras para o impulsionamento do comércio do Amazonas, durante reunião ordinária da diretoria da Associação Comercial (ACA), realizada esta semana, na sede da entidade, em Manaus.

Nogueira frisou que a estruturação de um calendário anual de eventos nacionais atrairia bastantes visitantes à capital, movimentando os segmentos do turismo e também do comércio. “E se tivéssemos em Manaus um grande evento por semana? Essa é uma proposta que está sendo trabalhada pela Amazonastur e nós já temos infraestrutura para isso. Mesmo sem o foco prioritário nas compras, quando o turista chega a Manaus ele acaba consumindo. Precisamos trazer esse público para a cidade”, disse, reforçando que a postura é válida para toda a área de abrangência da Suframa.

O superintendente também falou sobre as relações comerciais com os países vizinhos da América Latina e afirmou que essa seria uma “relação ganha-ganha” pois os Estados da região, como o Amazonas, poderiam comprar produtos, que atualmente vem das regiões Sul e Sudeste do País, por exemplo, de locais que estão geograficamente mais próximos, otimizando a logística.

“Minha sugestão é começarmos comprando e já estamos em tratativas com o Peru. A primeira percepção é na área alimentícia, mas temos muitos outros produtos que podem ser comercializados. Para isso, é preciso interagir e discutir com os nossos vizinhos”, pontuou, lembrando que a conexão aérea também é fundamental para otimizar essa relação e que a Suframa também já está trabalhando nesse sentido.

Seminário
O superintendente Thomaz Nogueira convidou ainda a diretoria da ACA a participar de um seminário para discutir as ações para o comércio tendo em vista o horizonte de mais 50 anos ao modelo Zona Franca de Manaus garantido. “Não é simples apresentar soluções para o comércio e, se olharmos pelo viés tributário, se torna a cada dia mais complicado, mas eu trago aqui um espaço para que possamos discutir as possibilidades”, afirmou.

A previsão, segundo Nogueira, é de que o seminário seja realizado até o final do ano. Foram ainda discutidos temas como a indústria, os Processos Produtivos Básicos (PPBs) e os recursos da Suframa. Ao final da reunião, o presidente da ACA, Ismael Bicharra Filho, agradeceu a participação do superintendente Thomaz Nogueira nas discussões da diretoria.

Fonte: Suframa

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta