Parceria Thomson Reuters e SIEG: gestão de notas fiscais, em diferentes esferas, com um só clique



Última atualização: 20 de Fevereiro de 2020 - 11:39
0
4820

São Paulo – A Thomson Reuters, multinacional de tecnologia provedora de soluções Fiscais, Tributárias, Contábeis, Jurídicas e de Comércio Exterior, anuncia uma parceria com a SIEG Soluções, empresa especializada em gestão de documentos eletrônicos. O objetivo do acordo é integrar, por meio de API – interface que permite troca de informações entre sistemas –, o software de captura de documentos fiscais desenvolvido pela SIEG com a solução Contábil, oferecida pela Thomson Reuters.

A companhia buscou a parceria para agregar mais funcionalidades ao produto oferecido a seus clientes, pois o novo sistema possui uma busca mais rápida e precisa de documentos fiscais em órgãos federais, estaduais e municipais, possibilitando a importação das notas para o sistema de gestão sem intervenção manual. Essa automação faz com que todas as rotinas contábeis sejam mais eficientes e precisas, proporcionando uma redução considerável de tempo no processo.

“Essa união é positiva para as duas empresas, que são líderes em seus mercados de atuação. A parceria é parte da nossa estratégia para aprimorar as soluções para gestão contábil por meio de novas funcionalidades desenvolvidas por empresas e startups que tenham aderência ao nosso produto. No fim, o objetivo é fazer com que o contador tenha um sistema completo e eficiente para o desenvolvimento de seu trabalho”, afirma Marcondes de Borba, líder de Tax & Accounting Professional da Thomson Reuters Brasil.

Além de se associar a uma empresa multinacional do segmento, a parceria proporciona à SIEG ampliar o alcance de seu produto para a carteira de clientes da Thomson Reuters, que atende a mais de 30 mil empresas do segmento contábil no Brasil. “Nos consolidamos nos últimos dez anos como líderes em gestão de documentos fiscais eletrônicos, indispensável para uma contabilidade sem papel, mais ágil e integrada. A nova parceria vai possibilitar que nossa tecnologia dê suporte para um número ainda maior de profissionais”, explica Henrique Carmellino, Diretor Executivo da SIEG.

(*) Com informações da Thomson Reuters

Comentários

Comentários

Deixar uma resposta