População imigrante dos EUA é a mais alta nos últimos 106 anos aponta estudo americano

0

Washington – Uma análise do Centro de Estudos de Imigração com base no Censo dos Estados Unidos descobriu que a população imigrante do país (legal e ilegal) atingiu um record de 43,7 milhões em 2016. Os dados mostram mais de 16,6 milhões de crianças nascidas nos Estados Unidos de pais imigrantes. Os imigrantes representam hoje, segundo o estudo, quase 1 em cada 5 residentes dos EUA.

O volume de imigrantes atualmente nos Estados Unidos representam um aumento de 12,6 milhões de pessoas desde o ano 2000. Como parte da população dos Estados Unidos, os imigrantes (legais e ilegais) compreendiam 13,5 por cento, ou um em cada oito residentes dos EUA em 2016, a maior porcentagem em 106 anos. Na década de 1980, apenas um em cada 16 residentes era estrangeiro.

O Brasil está entre os países que mais enviaram imigrantes aos Estados Unidos. Desde 2010 saíram do país, segundo o estudo, quase 70 mil brasileiros imigrantes – o total é de (69.982 pessoas vindo do Brasil). Para a brasileira e advogada de imigração nos Estados Unidos, Renata Castro, o aumento da comunidade imigrante na sociedade americana é nítido e imensurável.

“A força dos imigrantes movimenta a mão-de-obra aqui nos Estados Unidos, essa comunidade de residentes estrangeiros gera investimentos em escolas, hospitais e impactam em todas as questões de infraestrutura das cidades, por exemplo. Não por outra razão o momento é de debate com relação à questão imigratória, não apenas aqui mas em todo o mundo”, afirma Renata Castro.

Nos últimos anos, segundo a advogada, houve um aumento expressivo de brasileiros que buscam seu escritório à procura do melhor caminho para imigrar. “A situação política no Brasil e as questões ligadas à violência e insegurança da população tem feito com que um número cada vez maior de pessoas nos procure. Em nosso escritório de 2015 até agora tivemos um aumento de quase 60% no número de clientes”, pondera Castro.

Outros dados relevantes

Entre 2010 e 2016, 8,1 milhões de novos imigrantes se estabeleceram nos Estados Unidos. As novas chegadas são compensadas pelos cerca de 300 mil imigrantes que retornam para casa a cada ano e a mortalidade natural anual de cerca de 300 mil entre a população existente no exterior. Como resultado, o crescimento da população imigrante foi de 3,8 milhões entre 2010 e 2016.

As regiões de envio com os maiores aumentos numéricos do número de imigrantes que vivem nos Estados Unidos de 2015 a 2016 foram o Caribe (120,522), o Oriente Médio (109,113), a América Central (70,664), a África Subsaariana (acima 67,198), Ásia do Sul (64,902) e América do Sul (61,462).  Com o número de 27,2% de imigrantes, a Califórnia é o Estado com maior população estrangeira, seguida de Nova York (23%), Flórida (20,6%), New Jersey (22,5%) e Nevada (20%), segundo o relatório.

Veja o relatório em: https://cis.org/Report/US-Immigrant- Pop-Hit- Record-437- Million-2016

(*) Com informações da Onevox Press

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta