Porto Itapoá tem resultado histórico na exportação de cargas refrigeradas em agosto e Ásia foi o principal destino

0

Itapoá (SC) – Em agosto de 2022, o Porto Itapoá movimentou 3.414 contêineres com cargas refrigeradas para exportação. Esse é o maior número já operado no terminal desde 2016, época em que operações dedicadas à Venezuela foram encerradas, devido à crise no país, em 2017.

Para o diretor de Desenvolvimento de Negócios e Experiência do Cliente do Porto Itapoá, Roberto Pandolfo, o resultado se deve à excelente infraestrutura do Terminal, bem como à sinergia entre a equipe e os armadores. “A garantia de regularidade de embarque é um diferencial da nossa operação”, explica.

Além disso, o Terminal é o único porto de Santa Catarina com o serviço ASAS, da Maersk, desde setembro de 2021. “Hoje temos o menor transit time de importação da Ásia entre todos os portos do Sul do Brasil”, reforça Pandolfo. No Brasil, este serviço só faz double call (parada do navio na ida e na volta do trajeto) em Itapoá e Santos.

Origem e destino

A carga refrigerada exportada no mês de agosto foi composta sobretudo por proteína animal: primeiramente frango, seguida por carne suína e depois bovina. “A origem das cargas foi, quase na totalidade, a região Sul do Brasil”, detalha Roberto Pandolfo.

O destino foi todo internacional, sobretudo para a Ásia, para onde foi destinado 48% do total de contêineres. A Europa e as Américas corresponderam a 40% e 12% do total, respectivamente.

(*) Com informações do Porto Itapoá

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta