Presidente de Camarões vem a Brasília em busca de mais comércio e cooperação

0
133

Última atualização:

Brasília (ComexdoBrasil) – O presidente de Camarões, Paul Biya, chega a Brasília nesta quarta-feira (4) para uma visita oficial em retribuição à viagem que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva realizou ao seu país, em abril de 2005. Na pauta da visita, análise de algumas iniciativas destinadas a ampliar o intercâmbio comercial entre os dois países e uma avaliação dos acordos de cooperação bilateral nas áreas da agricultura e educação firmados durante a visita do presidente Lula da Silva ao país africano.

Em sua visita a Camarões, o presidente Lula da Silva assinou um acordo na área da educação visando o intercâmbio de grupo de pesquisas nas áreas de história, letras negro-africanas, arqueologia, psicologia, sociologia e antropologia. Programas brasileiros de pós-graduação também irão receber pesquisadores e estudantes camaroneses em laboratórios para qualificação nas áreas de medicina tropical, farmácia, informática, agroalimentar, arquitetura, literatura e turismo.

As bolsas de estudo oferecidas abrangem títulos de mestrado, doutorado e pós-doutorado.  Agora, na visita a Brasília do presidente Paul Biya será feita uma avaliação do andamento dos acordos firmados em 2005 e outros documentos estão sendo analisados pelas duas chancelarias e podem ser assinados na visita de Biya a Brasília.

Comércio bilateral

Em 2009, o comércio bilateral Brasil-Camarões somou pouco mais de US$ 106 milhões, dos quais US$ 103 milhões foram exportados pelo Brasil. Este ano, o panorama do comércio modificou-se sensivelmente. As vendas brasileiras caíram consideravelmente e de janeiro a Junho somaram apenas US$ 40,6 milhões, enquanto Camarões exportou para o Brasil mais de US$ 62 milhões, petróleo em sua quase totalidade. A expectativa é de que em 2010 o comércio bilateral poderá atingir o dobro do total registrado no ano passado, graças, principalmente, às importações de petróleo camaronês pelo Brasil.

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta