Relatório da Apex-Brasil mostra apoio a 14 mil empresas com geração de US$ 68 bilhões em exportação

0
580

Última atualização:

Brasília – A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) apoiou, ao longo de 2019, 14.284 empresas, sendo 53% micro e pequenas. As exportações apoiadas somaram US$ 68,1 bilhões em 2019, ou 30,2% do total exportado pelo Brasil.

Além disso, a Apex-Brasil realizou 179 atendimentos a investidores estrangeiros qualificados, com a facilitação de 27 projetos de investimento no Brasil, que somaram US$ 1,85 bilhão.

Esses foram alguns dos principais resultados de negócios da Agência ao longo do ano passado, que constam do Relatório de Gestão 2019, documento que constitui a prestação de contas anual da Agência à sociedade e ao Tribunal de Contas da União (TCU).

O documento aponta ainda outros resultados positivos do ano passado, tais como: 67,4% das empresas apoiadas pela Apex-Brasil que exportaram, em 2019, definiram presença em um novo mercado e 56,9% aumentaram as suas exportações, além de que 110 companhias se instalaram nos escritórios da Apex-Brasil no exterior.

O Relatório de Gestão 2019 foi elaborado de forma didática e acessível para o cidadão, de acordo com orientações do TCU. Além do detalhamento dos resultados de negócios citados acima, o documento traz informações relacionadas à gestão institucional (recursos humanos, orçamentários, relacionamento com o cliente e com a sociedade, ações de negócios), que impactaram diretamente nos resultados da Agência.

 “Este Relatório seguiu todas as orientações do TCU e é um instrumento eficiente para apresentar ao cidadão como a Apex-Brasil atuou ao longo do ano para atingir seus objetivos institucionais: a promoção das exportações brasileiras, a internacionalização de empresas e a atração de investimentos estrangeiros diretos para o País”, diz o presidente da Apex-Brasil, Sergio Segovia.

Os Relatórios de Gestão anteriores também estão disponíveis no portal da Apex-Brasil na aba Transparência, Planejamento e Gestão. Confira aqui.

(*) Com informações da Apex-Brasil

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta