Rio sediará o 1º.  Congresso Mundial de Câmaras de Comércio  Exterior na América do Sul

0
204

Última atualização:

Brasília – Mais um evento de grande porte captado para o Brasil. Esse foi o resultado divulgado no último dia 5 pela Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ), que recebeu total apoio da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) em sua ação de candidatura para trazer o Congresso Mundial de Câmaras.

O País sediará, pela primeira vez na América do Sul, a 11ª edição do único evento internacional para líderes e executivos de Câmaras de Comércio, promovido pela Federação Mundial das Câmaras – WCF.

Concorrendo com as cidades de Bogotá, na Colômbia, e Orlando, nos Estados Unidos, a cidade do Rio de Janeiro foi contemplada, na Espanha, pelos conselheiros mundiais da referida federação.

“O nosso País é forte incentivador de candidaturas de cidades brasileiras para eventos internacionais desde 2004, o que tem nos colocado em posição de destaque global. Atualmente, somos um dos países no mundo que mais sediam iniciativas do segmento MICE”, destacou Gilson Lira, diretor de Inteligência Competitiva e Promoção Turística da Embratur, durante a divulgação. Na América do Sul, o Brasil ocupa a 1ª colocação deste segmento e, em todo o continente americano, fica atrás apenas dos Estados Unidos, de acordo com a International Congress and Convention Association (ICCA).

O representativo evento do segmento MICE (Meetings, Incentives, Congress & Events) ocorrerá na capital carioca em 2019 e deverá impulsionar ainda mais o turismo internacional de negócios ao Brasil.

O MICE é o 2º segmento que mais contribui no fluxo internacional de visitantes para o País, após o de Lazer. As atividades ligadas ao setor, no 1º semestre de 2016, cresceram 7,8% em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com a Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas (Abracorp).

“É uma grande vitória para nós, da CACB, que sempre acreditamos nesta possibilidade”, disse o presidente da Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil, George Pinheiro.

Segundo ele, a CACB acredita que a conquista do Brasil e do Rio de Janeiro será oportunidade única para mostrar o portão de entrada para o 7º maior mercado consumidor do mundo. Além disto, as Associações Comerciais Brasileiras e seus associados poderão aprofundar network internacional e gerar negócios, interagir e trocar experiências em projetos sustentáveis realizados pelas câmaras de comércio do mundo todo.

Com o tema Creating a Shared Future (Criando um futuro compartilhado), a cidade do Rio de Janeiro pretende reunir as câmaras de comércio de todo o mundo, para criar uma agenda de ações a serem realizadas pelas câmaras em suas próprias regiões.

“Este tipo de ação demonstra que o turismo de negócios e eventos vai além da atividade turística em si. Ele impacta em diversos setores da economia, em curto prazo, com a entrada dos turistas, além de promover a disseminação cultural proveniente da interação que os eventos provocam”, completou o diretor da Embratur, Gilson Lira.

Por tratar-se de um evento com 1.400 participantes, os turistas de negócios trarão receitas ao Rio de Janeiro e ao Brasil, além de beneficiar a cadeia de turismo local, como meios de hospedagem, locadoras de automóveis, restaurantes, organizadoras de eventos, transporte aéreo e rodoviário e turismo receptivo, gerando empregos e fortalecimento do setor. Outras cidades do País também serão beneficiadas com os pós-tours oferecidos aos congressistas.

(*) Com informações da Embratur

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta