São Paulo lidera os estados exportadores de couros

0

São Paulo – O balanço das vendas externas de couros dos estados brasileiros no primeiro bimestre de 2010, em comparação ao mesmo período do ano passado, revela que São Paulo retomou a liderança de maior exportador nacional (US$ 63,36 milhões, participação de 26,92% e aumento de 65%), seguido pelo Rio Grande do Sul (US$ 55,87 milhões, participação de 23,74% e crescimento de 50%), Ceará (US$ 22,19 milhões, 9,30% e elevação de 40%), Paraná (US$ 21,9 milhões, 9,30% e aumento de 61%).

Os demais estados são Mato Grosso (US$ 17,73 milhões), Bahia, (US$ 17,1 milhões), Goiás (US$ 9,95 milhões), Mato Grosso do Sul (US$ 8,94 milhões), Minas Gerais (US$ 6,37milhões) e Rondônia (US$ 5,5 milhões).

Os dados foram elaborados pelo Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB), com base no balanço da Secretaria de Comércio Exterior, do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Secex/MDIC).

grafico_couro_SP

Fonte: Secex/MDIC/CICB

Couro movimenta PIB estimado em US$ 3,5 bilhões

O Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB) é uma entidade federativa que representa, há 53 anos, cerca de 800 empresas de produção e processamento de couro. O complexo industrial emprega cerca de 50 mil pessoas, movimenta um PIB estimado em US$ 3,5 bilhões, exportou US$ 1,16 bi em 2009, contribuindo em 7% para o saldo da balança comercial brasileira.

Já a cadeia produtiva do couro que abrange os setores de curtumes, calçados, componentes, máquinas e equipamentos para calçados e couros, artefatos e artigos de viagem em couro, reúne 10 mil indústrias, gera mais de 500 mil pessoas e movimenta receita superior a US$ 21 bilhões de dólares por ano.

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta