Startup quer tornar viagens para os EUA mais acessíveis para brasileiros de menor poder aquisitivo



Última atualização: 10 de Fevereiro de 2020 - 08:52
0
352

São Paulo – Os Estados Unidos seguem como um dos principais destinos turísticos internacionais escolhidos pelos brasileiros. Nos primeiros cinco meses do ano passado ano, 918 mil brasileiros escolheram o destino, o que deixa o Brasil dentro do usual Top 5, ostentando a quarta colocação das nacionalidades que mais viajaram para os EUA, atrás de Reino Unido (1,69 milhão), Japão (1,37 milhão) e China (1,22 milhão) – neste ranking ficam de fora os vizinhos territoriais Canadá (8,6 milhões) e México (7,5 milhões). Somados, os países da América do Sul levaram aos Estados Unidos 2,43 milhões de viajantes – aumento de 15,6% em relação aos primeiros cinco meses de 2018.

Um dos destinos mais procurados dentro do país pelos turistas brasileiros são os parques da Disney e da Universal Studios em Orlando, na Florida. Sonho de consumo de muitas crianças, adolescentes e até mesmo adultos, este roteiro turístico vem se tornando cada vez mais acessível aos brasileiros. O que antes era uma viagem que apenas as classes A e B poderiam bancar, hoje está acessível também à classe C, depois que empresas brasileiras se aliaram a parceiros internacionais para transformar a viagem dos sonhos em um lucrativo negócio.

Percebendo a demanda do mercado, os sócios Marlon Faria, Anselmo Costa Daniela Melo, juntos com parceria em operadora de turismo direto de Orlando, criaram a startup VaiAonde.com, que busca facilitar a aquisição de pacotes de viagem parcelados: “nós vimos uma oportunidade de negócio, dado o enorme mercado consumidor e milhares de clientes em potencial. Muitos brasileiros sonham em fazer a primeira viagem internacional em família, e com a loja virtual de turismo vaiaonde.com temos o objetivo de atingir aquele público que jamais pensou que teria condições de realizar esse sonho, de viajar para os EUA”, revela Anselmo Costa.

O diferencial em relação a outras agências de turismo é que todo o processo pode ser feito através da internet, pela loja virtual, e o parcelamento dos custos da viagem pode ser feito em até dois anos: “buscamos oferecer oportunidades para realizar os sonhos de milhares de crianças, jovens, adultos e idosos, facilitando seu acesso aos melhores parques de Orlando, bem como em cruzeiros, hotéis, aluguéis de carros, e mais pacotes nos mais diversos lugares turísticos do mundo, com a compra de pacotes parcelados em ate dois anos, sem prejudicar o orçamento familiar. Para realizar o sonho de conhecer a Disney, não é preciso sacrificar o pão nosso de cada dia. É a viagem dos sonhos que cabe no bolso do brasileiro médio”, conta.

(*) Com informações da VaiAonde

Comentários

Comentários

Deixar uma resposta