Vendas de espumantes têm queda na pandemia e vinhos finos registram alta de 58,11%, diz Uvibra

0

Última atualização:

Bento Gonçalves (RS) – O ano de 2020 já foi batizado como o ano do vinho brasileiro, mas os dados oficiais da União Brasileira de Vitivinicultura (Uvibra) mostram que a grande expectativa do setor em relação a venda de espumantes no mês de novembro não se confirmou. Faltaram 803.630 litros, ou seja, 1.071.506 garrafas, para chegar ao número de 2019. Em volume, os 5.104.072 litros do ano passado caíram para 4.300.442 litros este ano. Entretanto, os vinhos finos mostram um incremento de 58,11% de janeiro a novembro, passando de 14.366.055 litros para 22.713.777 litros.

“Realmente 2020 é o ano do vinho brasileiro. A percepção da qualidade do produto pelo próprio brasileiro que, movido pela alta do dólar, passou a optar pelos rótulos nacionais, é motivo de comemoração, pois mostra um novo período para o setor”, celebra o presidente da Uvibra, Deunir Argenta. “Tínhamos uma expectativa maior em relação aos espumantes, mas ainda temos dezembro para contabilizar. Mesmo assim, acreditamos que a pandemia mudou o comportamento do consumidor e o vinho passou a ser o grande companheiro, enquanto o espumante, líder das festas de final de ano, perdeu um pouco do seu brilho em razão do momento pandêmico vivido”, avalia Argenta. O cancelamento de eventos e a falta de garrafas também influenciou no desempenho final.

Além do câmbio e da percepção da qualidade da produção nacional, o ano da ‘Safra das Safras’ também trouxe o aumento da competitividade do vinho nacional, a melhor distribuição e a facilidade no acesso com o uso de ferramentas como o e-commerce. “O consumidor está aberto a viver novas experiências, a fazer descobertas, a degustar o diferente, o novo. E o Brasil tem tudo isso”, explica o presidente. Hoje, 26 regiões produtoras de 10 estados brasileiros elaboram vinhos, espumantes e sucos de uva de diferentes estilos e categorias, para distintos apreciadores e momentos.

COMERCIALIZAÇÃO DE VINHOS FINOS, ESPUMANTES E SUCO DE UVA ELABORADOS NO RIO GRANDE DO SUL – MERCADO INTERNO 2020 (litros).

* Suco de Uva (Natural/Integral, Reprocessado/Reconstituído, Adoçado e Concentrado)

Fonte: SISDEVIN/SEAPDR | Elaboração: Uvibra – Dados coletados em 21 de dezembro de 2020.

IMPORTAÇÃO DE VINHOS FINOS, ESPUMANTES E SUCO DE UVA 2020 (litros

Fonte: Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços

(*) Com informações da Uvibra

Comentários

Comentários

LEAVE A REPLY

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui