Vendas externas de máquinas e equipamentos cresceram 25,2% até outubro e setor acumula déficit de US$ 10,02 bilhões

0

Da Redação (*)

Brasilia – As exportações da indústria brasileira de máquinas e equipamentos no mês de outubro cresceram 24,2% em relação ao mesmo mês do na passado, totalizando US$ 1,10 bilhão. Em relação ao último mês de setembro, as vendas externas cresceram 6,4%.

No acumulado do ano, de janeiro a outubro, as vendas ao exterior somaram US$ 10,02 bilhões, alta de 25,2% comparativamente ao total registrado no mesmo período de 2021. Com alta de 13%, as importações somaram US$ 20,37 bilhões e o setor acumulou nos dez primeiros meses do ano um déficit de US$ 10,35 bilhões.

Os dados constam do balanço divulgados nesta quarta-feira (30), pela Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq). De acordo com a Associação, “Este é o sexto mês consecutivo em que as vendas externas apresentam resultado superior a US$ 1 bilhão. Isso mostra um ritmo forte no desempenho, estes dados não foram observados nesta magnitude desde meados de 2012”,

Por outro lado, as importações totalizaram US$ 2,17 bilhões em outubro, 3,5% inferior ao registrado em setembro, e 10,9% superior em relação ao mesmo mês do ano anterior. No acumulado do ano (janeiro a outubro), as compras do exterior chegaram a US$ 20,37 bilhões, 13% acima do registrado no mesmo período de 2021.

Em relação ao mercado interno, o balanço da Abimaq destacou que as vendas da indústria brasileira de máquinas e equipamentos totalizaram em outubro R$ 26,2 bilhões, uma queda de 9,4% em relação ao mesmo mês do ano passado. Em comparação com setembro, também houve diminuição, de 10,4%.

No acumulado do ano, de janeiro a outubro, as vendas somaram R$ 262,6 bilhões, 5,1% abaixo do registrado no mesmo período de 2021

(*) Com informações da Agência Brasil

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta