Vendas externas de produtos de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos cresceram 14% no semestre e somaram US$ 445 milhões, diz Abihpec

0

Da Redação (*)

Brasília – De janeiro a julho, as exportações da indústria brasileira de produtos de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos registrou  uma alta de 14% em relação ao mesmo período de 2021 e totalizaram US$ 445,3 milhões, de acordo com dados divulgados hoje (19) em São Paulo, pela Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec).

No mês de julho, as exportações alcançaram US$ 64,1 milhões, alta de 9,7% em relação ao mesmo mês do ano anterior. Já as importações totalizaram US$ 60,6 milhões, apresentando aumento de 9,4% em comparação a julho de 2021.

As principais categorias exportadas em julho foram os produtos para cabelos, com US$ 16 milhões, seguidos de sabonetes, com US$ 8,8 milhões, e produtos de higiene oral, com US$ 7,2 milhões. Nas importações, as fragrâncias mantiveram a liderança no mês, com US$ 14,6 milhões, seguidas pelos cremes para pele, protetores e bronzeadores, que somaram US$ 13 milhões. Higiene oral é a terceira categoria mais importada, com um total de US$ 5,7 milhões.

“Apesar dos excelentes resultados, é importante que o governo brasileiro atente para a necessidade de avanços em políticas de comércio exterior que venham no sentido de reduzir os impactos resultantes da elevação de custos logísticos internacionais e de insumos para o setor de HPPC, além de ações em facilitação de comércio, para  melhoria no ambiente de negócios”, disse em nota João Carlos Basílio, presidente-executivo da Abihpec.

(*)  Com informações da ANBA

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta