Vinícola Valdevino chega ao mercado com vinhos do Brasil e da Argentina e meta é o mercado externo

0

Curitiba – O mercado de vinhos no Brasil acaba de ganhar uma novidade que em breve terá proporções internacionais: a vinícola Valdevino Vinhos Finos. Com produção no Brasil e na Argentina, a empresa acaba de lançar suas primeiras linhas de vinhos, com 11 rótulos, entre eles vinhos brancos, tintos, rosés e espumantes, já disponíveis em todo o Brasil.

A linha de vinhos argentinos vem do terroir de Maipu e Tunuyan, na celebrada província de Mendoza, reconhecida mundialmente pela sua premiada produção. Para atuar no país vizinho, a Valdevino conta com uma estrutura própria e 100% independente. A tradição vinícola da região entrega muita elegância e complexidade aos rótulos que seguem os principais conceitos aplicados há muitas décadas na produção em Mendoza. 

Divulgação

“Quando surgiu a ideia da Valdevino, fomos em busca das melhores referências para a produção de vinhos na América do Sul. Chegamos em Mendoza para iniciar um projeto global, que pretende levar vinhos de altíssima qualidade para todos os cantos do mundo. Montamos uma estrutura completa para a nossa produção e nos cercamos de grandes profissionais que têm contribuído muito para o desenvolvimento de vinhos surpreendentes”, comenta Francisley Valdevino da Silva, proprietário da Valdevino.

No catálogo argentino da Valdevino, destaque para o Malbec de corpo médio com bom sabor e aroma sutilmente amadeirado. O Cabernet Sauvignon argentino, por sua vez, apresenta certa mineralidade com notas de frutas maduras em um corpo médio. O Reserva alia as castas Malbec, Cabernet Sauvignon e Bonarda, de maneira muito harmoniosa e bem estruturada. Já o Gran Reserva completa a linha com uma mescla das variedades Malbec, Cabernet Franc, Bonarda e Petit Verdot, que juntas resultaram em um vinho adocicado e aveludado de intensa cor vermelha. “São quatro opções bem especiais de vinhos produzidos em Mendoza com toda a excelência tradicional da premiada região. Estamos muito felizes com o resultado, fruto de muita dedicação em todas as etapas do processo de produção”, comemora Silva.

Divulgação

Já vinhos brasileiros da Valdevino são elaborados com uvas cultivadas na cidade gaúcha de Bento Gonçalves. “O clima temperado da região permite o terroir ideal para as variedades de castas utilizadas na linha, resultando em vinhos de altíssimo nível e com um custo-benefício bem interessante”, comenta Silva. O Merlot nacional da Valdevino apresenta boa estrutura, sensação aveludada no paladar e aroma de frutas silvestres. O Cabernet Sauvignon é mais voltado às notas de especiarias, frutas secas e frutas vermelhas, também mais encorpado. Na sequência, destaque para o Merlot|Carbernet Sauvignon, de paladar persistente, que traz notas complexas de ameixa preta, amora, especiarias e chocolate.

Com toque frutado, o Merlot|Tannat nacional também se destaca, passando por frutas vermelhas com cravo-da-índia. Para quem busca opções mais delicadas, o Chardonnay da Valdevino é uma ótima opção. Um vinho branco muito versátil, que apresenta um toque cítrico prolongado que harmoniza com carnes brancas, saladas e cozinha vegetariana. Outra pedida delicada é o Pinot Noir Rosé, um vinho fresco com aroma de rosas e pêssego. Para completar, a vinícola tem ainda um espumante: o Brut Rosé, de sensação aveludada e bom equilíbrio, completo com aromas de frutas vermelhas.

“Com as nossas primeiras linhas, com vinhos nacionais e argentinos, conseguimos mostrar um pouco da versatilidade que queremos apresentar ao mercado. Vinhos extremamente agráveis ao paladar, para os mais variados momentos do ano e com uma grande possibilidade de harmonizações. Hoje, os nossos rótulos estão disponíveis no Brasil, mas em pouco tempo queremos espalhar nossa produção pelo mundo, consolidando internacionalmente a nossa produção, focada em um público exigente e que valoriza os momentos mais agradáveis da vida”, completa Silva.

(*) Com informações da Vinícola Valdevino

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta